Igualdade entre sexos: é possível?

 

A disparidade entre nós e os homens no mercado de trabalho é algo que tem estado em pauta nos últimos anos, não é mesmo?

 

E infelizmente o cenário dos últimos 25 anos, não apresentam muitas mudanças. Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT) as disparidades entre a taxa de emprego de homens e mulheres diminuíram menos de dois pontos percentuais nesse período.

 

Em 2018, a probabilidade de mulheres terem acesso a um emprego era 26% menor do que a dos homens, mesmo que a pesquisas indicassem que 70% das delas prefeririam trabalhar em vez de ficar em casa.

 

Em seu relatório publicado, a OIT enfatizou que há vários fatores que impedem a igualdade no emprego, sendo o maior deles a criação dos filhos.

 

Nos últimos 20 anos, o tempo gasto pelas mulheres com cuidados para os filhos e trabalhos domésticos não remunerados praticamente não diminuiu, enquanto para os homens aumentou apenas oito minutos por dia.

 

Nesse ritmo, serão necessários mais de 200 anos para alcançar a igualdade de tempo dedicado às atividades (domésticas) não remuneradas.

 

Essa desigualdade faz com que as mães sofram uma “penalidade profissional em razão da maternidade” frente ao emprego, enquanto os pais se beneficiam de um bônus salarial, acrescenta o relatório.

 

Portanto, a situação só mudará quando os homens assumirem mais tarefas domésticas. Quanto mais envolvidos em atividades de cuidados não remunerados, há mais mulheres em cargos de chefia.

 

Você concorda com isso? Compartilhe sua opinião comigo.

Please reload

DESTAQUES

5 apps que uma mulher moderna deve ficar de olho

1/3
Please reload

©Poderosas de Batom 2020. Todos os direitos reservados.


Produzido por:

Logo_copinha_transparent.png